O DIÁRIO DE UM MAGO - RESENHA

Passei anos da minha vida sem ler nada de Paulo Coelho. Nunca tive nem curiosidade. Mas depois que decidi que queria ser escritora, achei por bem ler o primeiro livro de alguns autores de sucesso e fiz isso com vários. Alguns já tinha lidos vários livros, porém não o primeiro, como é o caso de Nicholas Sparks, que sou fã. Mas comprei também o primeiro que ele publicou e comecei a minha maratona de leitora dos primeiros livros de escritores famosos.

Hoje vou escrever sobre o livro “Diário de um mago” do Paulo Coelho.


Antes de comprar o livro, não poderia imaginar que o protagonista do livro era o próprio Paulo coelho.

O diário de um mago é o relato da peregrinação feita por Paulo Coelho em 1986 pel Caminho de Santiago. Motivado por sua profunda ambição espiritual e pelo desejo de se tornar escritor, a travessia se transforma em algo maior do que ele imaginava.

O Caminho de Santiago de compostela, é um dos caminhos para chegar a cidade Santiago de Compostela, na região da Galícia, Espanha. Dizem que ali repousam os restos mortais de Tiago Maior, um dos doze apóstolos de Jesus. Dizem também, que ao percorrer o Caminho de Santiago como peregrino, a Igreja concede o perdão dos pecados e a indulgência plena dos pecados cometidos 


Embora um tanto fantasioso, o livro é para refletir. As conversas que Paulo Coelho tem com seu Guia Petrus é para refletir mesmo. Destaquei alguns trechos que achei maravilhosos:

" - O caminho que você está fazendo é o caminho do Poder, e só os exercícios de Poder lhe serão ensinados. A viagem, que antes era uma tortura porque você queria apenas chegar, agora começa a transformar-se em prazer, no prazer da busca e da aventura. Com isso você está alimentando uma coisa muito importante, que são seus sonhos.”

“O Bom Combate é aquele que é travado em nome de nossos sonhos. Quando eles explodem em nós com todo o seu vigor - na juventude -, nós temos muita coragem, mas ainda não aprendemos a lutar. Depois de muito esforço, terminamos aprendendo a lutar, e então já no temos a mesma coragem para combater. Por causa disso, nos voltamos contra nós e combatemos a nós mesmos, e passamos a ser nosso pior inimigo. Dizemos que nossos sonhos eram infantis, difíceis de realizar, ou fruto de nosso desconhecimento das realidades da vida. Matamos nossos sonhos porque temos medo de combater o Bom Combate.

“ - O primeiro sintoma de que estamos matando nossos sonhos é a falta de tempo…”

“ O segundo sintoma da morte de nossos sonhos são nossas certezas. Porque não queremos olhar a vida como uma grande aventura a ser vivida, passamos a nos julgar sábios, justos e corretos no pouco que pedimos da existência.”

“ Finalmente, o terceiro sintoma da morte de nossos sonhos é a paz…”

“Quando renunciamos aos nossos sonhos e encontramos a paz - disse ele depois de um tempo -, temos um pequeno período de tranquilidade. Mas os sonhos mortos começam a apodrecer dentro de nós e infestar todo o ambiente em que vivemos. Começamos a nos tornar cruéis com aqueles que nos cercam e, finalmente, passamos a dirigir essa crueldade contra nós mesmos. Surgem as doenças e as psicoses. O que queríamos evitar no combate - a decepção e a derrota - passa a ser o único legado de nossa covardia. E, um belo dia, os sonhos mortos e apodrecidos tornam o ar difícil de respirar e passamos a desejar a morte, a morte que nos livrasse de nossas certeza, de nossas ocupações e daquela terrível paz das tardes de domingo.”

Esses trechos me sacudiram, por essa razão eles estão aqui. Acredito que devemos sonhar. E teve um momento na minha vida, que me senti assim. Do jeitinho que ele descreve nos trechos acima. Vi meus sonhos morrendo e senti todos os sintomas mencionados.

Por se tratar de um livro autobiográfico não achei legal algumas coisas do tipo ele lutando com um cachorro que está possuído por um demônio entre outras coisas que você entenderá quando ler o livro. Não consigo acreditar que tal coisas aconteceram de fato. Mas o livro é bem interessante. Confesso que gostei. Gostei também da ideia de percorrer o caminho. Acho que seria uma aventura e tanta. Vou colocar na minha lista.

E aí, gostou? Se quiser percorrer esse caminho veja as 10 dicas para percorrer o caminho de Santiago de compostela no G1.

PEN DRIVE - ACHADOS FOFINHOS

Que tal presentear os amigos com um desses fofíssimos!















GTD - PROCESSAR

Já escrevi aqui no blog sobre o GTD, o método foi criado por David Allen, autor do livro "A arte de FAZER ACONTECER". O método acontece em 5 passos. Fiz um resumo que você pode ler aqui. E hoje a postagem é sobre o segundo passo: PROCESSAR.

Considerando que você coletou tudo que exige sua atenção. Sua caixa de entrada está lotada. É o momento de identificar cada item e decidir o que fazer com cada um.
Pegue sua caixa de entrada. Veja o que é lixo e coloque imediatamente na lixeira. Se for digital, delete. Se não for lixo, veja se é possível uma ação imediata, se for possível, execute-a nesse momento. Se não for possível uma ação imediata, adie ou delegue (se for o caso). Se for adiar, defina datas para executá-las ou local para armazená-las. Caso requeiram mais de uma ação (projeto), faça uma lista de próximas ações.  E, como tem algumas coisas que a gente fica em dúvida  e pode ser que no futuro queira executá-las, crie outra lista com o nome de “UM DIA TALVEZ”
Se for um projeto (projeto requer mais de uma ação - são múltiplos passos), faça a relação de todos os projetos, coloque um em cada folha para planejar ações futuras. Falarei melhor sobre projetos em futuras postagens.
Quando tiver acabado de processar sua caixa de entrada, você terá:
1. Descartado tudo que não precisa;
2. Concluído as ações imediatas;
3. Passado adiante tudo o que puder ser delegado (estou aprendendo a delegar, mas ainda é difícil para mim);
4. Classificado de forma organizada as que não puderam ter ação imediata;
5. Identificado os projetos e organizado as próximas ações de cada um deles.
6. Criado um arquivo de referência e/ou lista de "Um dia talvez".

Um vez que tenha tirado um item de sua caixa de entrada, decida o que fazer com ele e para onde ele vai. Jamais devolva coisa alguma para a caixa de entrada.

Nessa etapa precisamos entender o que fazer com coisas que não exige ação. Ficaremos em dúvida, e o melhor é  colocá-la em uma lista de "Um dia talvez" ou em um "arquivo de referência rápida", que inicialmente poderá ser uma pasta. Em outra postagem vou explicar sobre arquivo de referência rápida.

Gostaria muito de saber sua opinião sobre a postagem e como você usa o método. Deixe um comentário!

SHOPPING, LIVRARIA, CINEMA E LIVROS.

A última segunda foi aquela segunda-feira que podemos chamar de boa. Shopping, boa companhia (filho e norinha), livraria Leitura, compras de livro (é claro), praça de alimentação e cinemaaaaaa.
Nem sei quanto tempo não ia ao cinema com meu filho. Coisa que fazíamos quase todos os finais de semana quando ele era pequeno. Resolvemos matar a saudade. Assistimos "Procurando Dory" (É... sou assim... criança... Rsrsrsrs... Adoroooo!!!)
E como não dá para ir ao shopping sem passar em uma livraria fomos lá, os três. Karine escolheu “Quem é você Alasca” de John Green.


Eu me deparei com essa coisinha fofa que me fez parar para refletir como seriam minhas respostas daqui a 5 anos ou no próximo ano. Achei muito interessante. Ele tem capa dura, marcador de páginas e a borda das folhas douradas. O formato dele é pequeno. Do tamanho de uma caderneta 1/8.


As perguntas são do tipo:
Qual é a sua missão?
Quanto você ganha hoje?
Qual foi a última vez que você chorou?
De quem é a sua última chamada perdida?
Com quem você pode contar?
Hoje você decidiu…
O que inspirou você hoje?
Quantos carimbos tem o seu passaporte?
Qual foi o último filme que você assistiu no cinema?
O que você mais gosta de fazer nas noites de sexta-feira?
Pronto. As duas últimas perguntas me fizeram refletir muito. Há anos, muitos anos que não sei o que é fazer alguma coisa sexta à noite, além de trabalhar. E assistir um filme no cinema já tinha mais de um ano. O último foi… Não lembro. Acho que foi… Minha mãe é um peça.
São coisas simples, mas que  deixei de fazer. Achei que o livro certamente me fará refletir o porquê de não fazê-las, já que são tão simples e acessíveis.
Por que deixamos de fazer coisas que nos dão prazer?
Mas a pergunta do dia 22 de maio foi a responsável pela minha decisão de comprar o livro.
Qual foi a última vez que você teve uma conversa inspiradora?


O livro na realidade é um diário com 365 perguntas e tem espaço para 1825 respostas. Tem uma folha para cada dia do ano e nela, a pergunta com 5 espaços para você completar o ano e escrever sua resposta de cada ano. No final dos cinco anos ou mesmo de um ano para o outro poderá fazer uma reflexão e verificar como as coisas mudaram, se você evoluiu ou não.
Achei muito legal.
Já comecei a escrever no meu.
Li várias perguntas que ainda terei que responder ao longo dos anos. E o que senti foi um momento de reflexão tão profundo que cheguei a seguinte conclusão: preciso sair mais, preciso conversar mais, preciso viajar mais, preciso viver mais.
E você? Conhece o diário? Tem um? Deixe sua opinião lá nos comentários!


O outro livro que comprei foi “Trabalhe 4 horas por Semana” de Timothy Ferriss, que já estou devorando. Estava louca por esse livro, mas nunca encontrava, nem mesmo na Amazon. Estava sempre esgotado. Tinha na livraria Leitura e não resisti.



MÉTODO DE LIMPEZA FLY LADY


Manter uma casa grande limpa e arrumada sem empregada não é uma tarefa fácil para ninguém. 
Há alguns anos tenho usado um método para manter minha casa limpa e arrumada. Não sigo o método à risca, todavia tem me ajudado bastante. Desde que comecei, minha casa não acumula tanta sujeira.
O método foi criado pela americana Fly Lady e consiste em fazer um pouquinho a cada dia e não perder um dia inteiro faxinando uma casa, mesmo porque, em uma casa grande é quase impossível. Pelo menos para mim.
O método começa com pequenos passos de mudança de hábito. São passos simples. Elabore pequenas rotinas. São três coisas pela manhã e três antes de dormir. Esse processo leva aproximadamente um mês. Você pode ir acrescentando mais itens para virar rotina. O importante é não deixar de fazer nenhuma. Isso é primordial para que torne tão natural como escovar os dentes pela manhã e antes de dormir.
Agora é a hora de praticar o desapego (declutter). Tire quinze minutos do seu dia para destralhar. Desapegue de tudo que não lhe faz bem. Comece pelo simples, como papel de bala, embalagens, garrafas pets. Depois parta para as coisas mais complexas. Não ultrapasse 15 minutos por dia. Você terá vários dias para fazer esse processo. Com o tempo não terá quase nada para jogar fora, apenas panfletos e embalagens. Pode crer que é verdade.
Depois de praticar o desapego, é hora de dividir a casa por zonas. A ideia é trabalhar cada semana do mês em um zona. No FLY Lady é dividido assim: zona 1 (varanda, entrada e sala de jantar), zona 2 (cozinha, área de serviço e quintal), zona 3 (banheiro e segundo quarto), zona 4 (quarto principal) e Zona 5 (sala de estar). Mas você pode dividir do jeitinho que bem entender. O importante é limpar por etapas e não tudo de uma só vez. Assim não ficará estressante nem cansativo.
Eu montei um control journal para isso. Logo, logo vou postar aqui.
Vou postar também maiores detalhes dos primeiros passos, como se faz o declutter e como eu dividi a minha casa em zonas para mantê-la limpa e arrumada.
Bem, por hoje é só. Espero que tenham gostado do post.

COISAS FOFAS PARA COZINHA

Hoje o post é só para inspirar.
Navegando na Internet me deparei com essas gracinhas e não tive como não compartilhar tanta fofurice.
Algumas vocês podem até tentar fazer. Como esses gatinhos de feltro muuuitoooo fofos.











E aí, gostou? Comente! Curta!! Compartilhe!!!

Livro: Eu posso fazer você emagrecer


Quem me conhece sabe que adoro ler. Sempre tenho um livro comigo e, quando não, tenho o recurso do Kindle na bolsa, nele deve ter uns 500 livros ou mais...Rsrsrs...
Bem, há um tempo atrás comprei um livro chamado "Eu posso fazer você emagrecer" no alto da capa tem um aviso que já foram vendidos 6 milhões de livros no mundo. confesso que isso me chamou bastante a atenção. O autor do livro é Paul Mckenna. Já estava na minha estante acho que tem uns dois anos e só agora resolvi ler.
O livro recomenda que mudemos a maneira de pensar sobre a comida e sobre si mesmo.
Paul Mckenna é um hipnotista e o livro vem acompanhado de um CD de hipnose. Ele condena os moderadores de apetite e também qualquer tipo de dieta.
Como a mente que é responsável por quando e o quanto vai comer, Mackenna utiliza técnicas psíquicas para fazer você reprogramar suas atitudes e crenças sobre sua alimentação e seu corpo. Além de orientações simples e fáceis de seguir, o livro traz inspiradoras histórias de superação.
O método dele é simples. Basta seguir as quatro regras que ele chama de regras de ouro:
1 - Quando estiver com fome, coma.
2 - Coma o que tiver vontade, não o que pensa que deve comer.
3 - Coma de maneira consciente e aprecie cada garfada.
4 - Quando achar que está saciado, pare de comer.
Para entender bem as quatro regras é fundamental que leia o livro, mas é assim mesmo, bem simples.


Traduzindo as quatro regras do meu jeitinho...Rsrsrs...
1 - Coma de 3 em 3 horas.
2 - Coma tudo o que quiser, mas apenas um pedacinho. Se for um chocolate, apenas um quadradinho. Se for uma refeição, tente não ultrapassar um prato de sobremesa ou algo que caberia na sua mão, ou seja, algo do tamanho de uma maçã. Assim seu estômago vai reduzindo.
3 - Coma bem devagar, mastigando muito. Evite conversar ou ver televisão na hora de comer. Saboreia cada mordida ou garfada. Lembre-se que você pode comer tudo, mas é pouquinho, então, tem que saborear muito. Lembra do quadradinho de chocolate? É um só, então vamos saboreá-lo lentamente.
4 - Na hora de colocar a comida, se você estiver com muita fome, provavelmente irá colocar comida demais. Não tenha crise de consciência em deixar a comida no prato. Deixe! Pois seu objetivo é emagrecer.

Fique atento aos sinais do seu corpo, quando estiver com fome, coma. E quando estiver saciado, pare.
Coma tudoooo... sem restrições, mas em pequenas porções. É claro que vc não vai comer lasanha o dia inteiro. Tenha consciência na hora de comer e diversifique bem o cardápio não esquecendo de comer lentamente, pois o nosso estômago só percebe que está recebendo alimento depois de 20 minutos, ou seja, se comer rápido, aguarde 30 minutos antes de pensar em colocar outra coisa na boca. Ok? Depois desse tempo você se sentirá saciado.


Quanto ao CD de hipnose, o próprio autor do livro diz que não precisa acreditar, basta seguir as quatro regras e ouvi-lo por duas semanas para ver o resultado.


Espero que tenham gostado do artigo. Se gostou é só comentar.

POCKETMOD


Em 2009 usei uma agenda pequena da Tilibra e senti falta da “Caixa de Entrada” do GTD, foi quando conheci o Pocketmod.
No site  Pocktmod.com ele é definido como um pequeno livro com guias em cada página. Lá é possível criar o seu apenas abrindo os arquivos e arrastando para a direita. Depois é só imprimir em uma folha A4 e usar a técnica de dobradura para usar durante o dia, semana ou do jeito que preferir.




















Na aba widgets tem algumas pastas e dentro delas várias opções. Na pasta “writing guides”, tem linhas e outras coisas. Na pasta “calendar”, você pode imprimir o mês, o dia de hoje, amanhã, a semana inteira. Em “organizer” pode imprimir listas, contatos e outras coisinhas mais.
É só navegar pelas pastas, vê o que gostou e arrastar para o lado onde é possível visualizar 8 folhas. Arrume do jeito que achar mais conveniente.
Mas se deseja algo bem simples, faça como eu fiz e ainda faço. Pegue uma folha de papel A4, faça a dobradura e corte como na foto do início do post. E, se ainda assim, tiver dúvida, assista ao vídeo que ensina . Depois de pronto, simplesmente escreva, anote qualquer coisa que precisar. Transforme em sua caixa de entrada para quando não tiver uma agenda, bloco, ou quando o celular travar. O importante é ter sua ideia muito bem anotadinha. O pocketmod é pequeno e fininho, caberá perfeitamente em sua carteira ou em qualquer bolso.

CALENDÁRIO PERMANENTE

Apresentoooooo...

...Meu lado criança.

Sempre quis ter um calendário permanente que servisse também para decorar. Finalmente ele chegouuuuuu!!!


Veio muito bem embalado para evitar lesões e de quebra com uma fita de Nossa Senhora Aparecida. Não sou devota, mas achei fofa a ideia.


Vou explicar como ele funciona. Com os cubos é possível montar todos os dias do mês. É só ir virando. Em cada retângulo branco tem quatro meses do ano e nas plaquinhas que são frente e verso, os dias da semana. De quebra, vem "Férias". 


Escolhi o meu do Pequeno Príncipe por ser um clássico da Literatura. E porque vai ficar na estante de Infantojuvenil. É... Eu tenho uma prateleira cheiaaaaa dessas gracinhas. Coisa de escritora que está escrevendo livros para crianças e adolescentes e que já trabalhou com seu alunos com muitos deles. Olhe essas fotos com o livro!





Agora veja na estante!


E aí, gostou do meu lado criança? Gostou do calendário? Pode mandar fazer o seu na Lojinha Mágica com a Sônia.

Se gostou, comente e compartilhe!!!



MINI HORTAS INCRÍVEIS

Mesmo morando em apartamento é possível ter sua própria horta com alimentos fresquinhos e sem agrotóxicos.
Eu tenho o prazer de na hora que estou preparando a comida ir em minha horta pegar salsinha, cebolinha, rúcula, manjericão e alecrim. Meu marido cultiva um pequena horta no nosso quintal (em breve postarei fotos aqui). Mas o que trago hoje são ideias para mini hortas que achei incríveis. São ideais para quem tem pouco espaço.
É importante que elas recebam cerca de 3 a 4 horas de sol por dia. Portanto, escolha bem o local para os vasinhos e regue pela manhã todos os dias. Evite encharcá-las.
Veja como plantar no Cultivando.

Algumas inspirações para sua mini horta.








Nas botinhas foram plantada flores, mas achei a ideia linda. E você o que achou? Deixe um recadinho!!

Digite o que procura!

Penso assim...

♥♥ Não importa onde esteja ou para onde vá. Seja original! crie sua própria identidade!! Existe um artista dentro de você. Use meus textos e desenhos como fonte de inspiração, porque um artista inspira o outro. Aqui tem um pouquinho, mas só um pouquinho do meu mundo, portanto, espero que sirva de inspiração e lhe dê o impulso que talvez esteja precisando. ♥♥

Importante!!

Muitas fotos são retiradas da Internet. Se você detém algum direito autoral sobre algum material, entre em contato comigo, eu o removerei ou colocarei os devidos créditos. Obrigada! A violação do direito autoral é crime. A reprodução do material disponibilizado neste site está condicionada à autorização, sendo proibido o seu uso para fins comerciais.
Valéria Araujo - Todos os direitos reservados. Tecnologia do Blogger.